Publicações Recentes

Programa de Logística: iniciada a duplicação da BR-163, no Mato Grosso

11 de junho de 2014 / Unipress /

11/06/2014 – 09:40

Duplicação da BR-163 já começou em Rondonópolis; Rodovia dos Imigrantes está na lista prioritária

Da Redação – Viviane Petroli

As obras de duplicação e recuperação da BR-163 começaram em Mato Grosso na última segunda-feira (09). O primeiro trecho a ter a poeira levantada está em Rondonópolis, que compreende de seu perímetro urbano até o terminal multimodal da ALL, um total de 22,7 quilômetros. Os próximos trechos a receberem as máquinas, ainda em junho, são a Rodovia dos Imigrantes (28 quilômetros) e o trecho do Posto Gil a Nova Mutum (60 quilômetros).

A Concessionária Rota do Oeste, pertencente à Odebrecht TransPort, será responsável pela duplicação de 453,6 quilômetros do total de 850 quilômetros de rodovia entre a divisa com Mato Grosso do Sul até Sinop. Além da duplicação, a concessionária será responsável pela prestação de serviços, como guincho e ambulância, ao longo dos 850 quilômetros e pelas nove praças de pedágio.

Leia também
Odebrecht inicia na segunda-feira obras na BR-163 em Mato Grosso; Veja fotos
Conheça o valor que Odebrecht cobrará em cada praça de pedágio na BR-163

Na Rodovia dos Imigrantes a concessionária fará inicialmente reparos na pista, bem como na sinalização e operações que auxiliem a melhorar o trânsito caótico no trecho, como instalação de radares e planejamento das vias de acesso. A duplicação na Rodovia dos Imigrantes também será feita.

Já no treco entre o Posto Gil e Nova Mutum os 60 quilômetros passarão por obras de recuperação no pavimento e sinalização.

Hoje, passam pela BR-163 cerca de 70 mil veículos diariamente, dos quais 68% são considerados veículos de carga. A BR-163 é o principal corredor para o escoamento da produção mato-grossense. As principais cidades produtoras estão às suas margens, como Nova Mutum, Sorriso, Lucas do Rio Verde e Sinop.

Conforme a Concessionária Rota do Oeste, a partir do segundo semestre de 2014 serviços aos usuários como ambulância, guincho leve e pesado estarão operando. A concessionária ainda implantará um plano de segurança viária, proporcionando aos motoristas segurança e conforto. Tal plano contará com socorro médico e mecânico 24 horas.

A empresa revela ainda ter a rodovia 100% monitorada com câmeras a cada dois quilômetros.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) será responsável pela duplicação de 281,1 quilômetros, que compreendem de Rondonópolis e Cuiabá, (km 128,7 ao km 261,9), passando por Jaciara (km 278,9 ao km 315,4) e do Trevo do Lagarto até o Posto Gil (km 353,5 ao km 507,1).

Concessão

A Odebrecht venceu a concessão da BR-163 entre a divisa de Mato Grosso com Mato Grosso do Sul até Sinop oferecendo uma tarifa de R$ 2,638 por eixo.

Nos primeiros cinco anos da concessão, prazo em que a Rota do Oeste e o DNIT possuem para concluir as duplicações de suas respectivas responsabilidades, a empresa da Odebrecht TransPort injetará nos 453,6 quilômetros R$ 2,8 bilhões, quase a metade dos R$ 5,5 bilhões que deverá investir em 30 anos de concessão.

Fonte: http://www.olhardireto.com.br/agro/noticias/exibir.asp?noticia=Duplicacao_da_BR-163_comeca_Imigrantes_esta_na_lista_prioritaria&id=15832