Publicações Recentes

Mato Grosso: concessão da BR-163 será assinada hoje

12 de março de 2014 / Transcrição de outras fontes /

Governador participa de assinatura do contrato da BR-163

Camila Cervantes

Por 30 anos, a empresa Odebrecht será responsável pela duplicação do trecho de 850 km, entre a divisa de Mato Grosso com Mato Grosso do Sul, até Sinop.

Mapa da BR-163 no Mato Grosso
Mapa da Concessão da Rodovia BR-163 no Mato Grosso

O governador Silval Barbosa (PMDB) participa, nesta quarta (12), no Palácio do Planalto, em Brasília, da assinatura do contrato da concessão da BR-163. A empresa responsável é a Odebrecht, que deve investir, em 30 anos, R$ 4,6 bilhões no trecho de 850 km, entre a divisa de Mato Grosso com Mato Grosso do Sul, até Sinop. Com isso, uma das principais vias de escoamento da produção de grãos do Estado receberá duplicação de 453,6 km, beneficiando o desenvolvimento mato-grossense, uma vez que contribuirá para a melhoria das estradas e oferecerá maior segurança no trânsito.

Para Silval, o fato consuma o anseio da classe produtora do Estado. “A logística é o maior desafio de Mato Grosso. A duplicação da BR-163 é uma luta desde o início da nossa gestão”. Isso porque, desde o ano passado, o governo federal tem anunciado a concessão de diversos trechos de rodovias federais.

Em Mato Grosso, por exemplo, outros trechos devem ser concedidos à iniciativa privada, sendo a BR-364, no entroncamento entre Rondonópolis e Goiânia (GO), bem como a BR-163, entre Sinop e o Porto de Miritituba (PA).

Especialistas apontam que, com esta concessão, o produtor de soja pagará R$ 26, por tonelada, só de pedágio para transportar o produto de Sinop a Paranaguá (PR), uma das principais saídas para a exportação. O valor considera os descontos alcançados nas licitações e os pedágios cobrados no Paraná. Conforme o governo, o produtor gastará R$147 com pedágio em Mato Grosso, R$ 255 em Mato Grosso do Sul, e R$ 384 no Paraná. Apesar dos valores, segundo especialistas, não deve haver alta do frete, uma vez compensará nos gastos com combustível e manutenção.

Fonte: http://www.rdnews.com.br/executivo/governador-participa-de-assinatura-do-contrato-da-br-163-veja-mapa/52341