Província na Itália decide mudar de Microsoft Office para LibreOffice

Esta tendência de renunciar aos softwares da Microsoft em favor de uma alternativa livre não é algo novo, mas que vem aumentando com freqüência onde governos e administrações locais necessários optam por reduzir despesas.

Uma das maneiras mais fáceis de cortar gastos é rever suas decisões relacionadas a TI, pois se pode substituir soluções proprietárias e caras por versões mais baratas ou mesmo livres. O melhor exemplo é a cidade de Munique, na Alemanha, que anunciou uma completa transformação ao adotar (e desenvolver) uma nova distribuição Linux e mudar para o LibreOffice para suas necessidades de escritório. Alegadamente, conseguiu economizar milhões de dólares no processo.

Agora, toda uma província da Itália decidiu substituir o Microsof Office pela versão gratuita chamada LibreOffice. Ambas as suítes de escritório tem um número de aplicações semelhantes, mas o LibreOffice é gratuito e tem uma licença muito branda.

Segundo o zdnet.com , as autoridades da província de Umbria começaram um projeto chamado LibreUmbria, que pretende fazer a transição de todo o aparato governamental regional do Microsoft Office para o LibreOffice. “Nós descobrimos que a maioria dos nossos usuários usa apenas 15 por cento de sua suíte de produtividade, mas você paga pelos outros 85 por cento também. É como se você tivesse uma Ferrari e só a usou para conduzir a 30km por hora no meio da cidade “, disse o Alfiero Ortali, chefe de TI na província de Perugia.

Italo Vignoli, um membro do Assoli, uma associação italiana de defensores do software livre e membro do Conselho de Administração da The Document Foundation, a organização sem fins lucrativos que está por trás da LibreOffice Suite, disse isto: “Neste momento, juntamente com Munique, eu diria que a LibreUmbria é a experiência mais avançada de migração no mundo “.

fonte: http://nerdices.com.br/42/2014/01/19/provincia-na-italia-decide-mudar-de-microsoft-office-para-libreoffice/