Publicações Recentes

Eleição em Recife: ex-prefeito João Paulo apóia Maurício Rands na disputa interna do PT

18 de abril de 2012 / Edmar Roberto Prandini /

João Paulo anuncia apoio a Rands
Autor(es): Por Vandson Lima | De São Paulo
Valor Econômico – 17/04/2012

Em discurso recheado de críticas ao correligionário e atual prefeito do Recife (PE) João da Costa (PT), que pleiteia a reeleição, o deputado federal e ex-prefeito João Paulo Lima anunciou ontem apoio à pré-candidatura de Maurício Rands, secretário estadual de Governo, nas prévias que definirão o candidato do PT na sucessão à capital pernambucana.

“Foi uma decisão difícil. As pesquisas me davam 51% das intenções de voto à prefeitura”, avalia João Paulo. Prefeito do Recife entre 2001 e 2008, ele deixou a gestão com altos índices de aprovação popular – na casa dos 88% – e conseguiu fazer seu sucessor, o ex-secretário de Planejamento Participativo João da Costa. Mas os dois cortaram relações pouco tempo depois. “Antes de completar seis meses de gestão, Costa se afastou dos companheiros que construíram esse projeto político. Não há mistério sobre o rompimento. Alguém dar as costas aos aliados é recorrente na história política”, alfineta.

Disposto a retornar ao cargo, João Paulo não encontrou, no entanto, o mesmo respaldo no PT local que via no eleitorado. “Eu teria condições de ganhar já no 1º turno, mas minha candidatura não unificava o partido”, avalia.

O impasse levou o ex-prefeito a considerar uma eventual saída do PT, para a qual não faltaram propostas: PCdoB, PV, PMDB e PSB lhe garantiram legenda para a disputa municipal. Por “afinidade programática” com o partido e sensibilizado por apelos de peso – da presidente Dilma Rousseff e do antecessor Luiz Inácio Lula da Silva, inclusive – o deputado permaneceu.

O que não significa que levará a questão partidária às últimas consequências. Questionado se subirá ao palanque do atual prefeito caso este vença Rands na eleição interna do PT, marcada para 20 de maio, João Paulo desdenhou: “Não acredito que haja possibilidade de João da Costa ganhar”, pontuou.

Já o aliado e governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), tem tido postura cautelosa. Em que pese Rands ser seu secretário de Governo, ao menos em público ele não expressa preferência no embate petista. “Ele me disse que apoiará quem o PT escolher”, garante João Paulo.

Além do ex-prefeito, o senador Humberto Costa é outro apoiador de peso da pré-candidatura de Maurício Rands, lançada há pouco mais de duas semanas pela corrente majoritária do PT Construindo um Novo Brasil (CNB).

O legado de Dom Hélder Câmara

O PT e o PSB na eleição para a Prefeitura de Recife em 2012

Paulo Freire é declarado patrono da educação brasileira