Publicações Recentes

Do ridículo sem senso ao cubo! E não ficam vermelhos de vergonha?

26 de janeiro de 2013 / Edmar Roberto Prandini /

Em fevereiro de 2011, o Governador Geraldo Alckmin resolveu ir dar aula para uma turma de alunos, para marcar com um gesto de marketing o tamanho do vigoroso compromisso do seu governo com a educação. Escolheu dar aulas de anatomia para alunos da 4a. série.

Obviamente, tudo com direito a filmagens e muitos jornalistas para registrar o brilhantismo do apedeuta. Publiquei um artigo aqui no blog, que chamei com uma impressionante crueldade de “Do ridículo sem senso”. Vejam quanta maldade a minha.

Lá pelas tantas, o governador resolveu explicar que o sistema locomotor é formado por ossos, ressaltando que eles são duros, quando recebeu uma resposta irônica de uma estudante. “É claro, se fossem moles, a gente caia!!!”

Não bastasse o histrionismo marketeiro de péssima qualidade, chegamos agora, dois anos passados, em meio a uma crise internacional da economia que está provocando o fechamento DIÁRIO de mais de mil empresas na Itália e o desemprego de 26% da mão de obra na Espanha, a uma discussão de extrema relevância para o país, que é o tema da iniciativa da Presidenta Dilma de promover a antecipação da renovação das concessões elétricas tendo como exigência de contrapartida a redução dos custos da eletricidade para o benefício da população e do setor empresarial.

Um gesto de extremo impacto no barateamento dos custos de produção no país, ao mesmo tempo em que um forte estímulo à ampliação da poupança e do consumo, dinamizando a economia nacional e aumentando a competitividade da nossa economia.

Pois bem, o PSDB e o DEM, governando os estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina, unem-se para evitar que suas empresas de energia participem do esforço nacional. Os governantes decidem opor-se frontalmente ao interesse absolutamente convergente de apenas 100% da população e 99% das empresas do país.

E, com uma luminar inteligência, típica dos qualificadíssimos e competentíssimos iluminados do PSDB, emitem uma nota à imprensa acusando a Presidenta Dilma de vestir-se de vermelho no pronunciamento à nação em que comunicou a publicação da Medida Provisória que oficializa a vigência da nova política.

É tão completamente imbecil o conteúdo da Nota do PSDB que converteu-se de imediato na chacota nacional. Chacota internacional.

Os comentários pela internet são hilários, como não poderia deixar de ser. As pessoas comentam que não se pode mais fazer transfusão de sangue, porque o sangue é vermelho… outros dizem, que todos seremos obrigados a fazer transfusão, para ter sangue azul….!!!, porque usar sangue vermelho será obviamente um manifesto eleitoreiro de apoio ao PT.

Se meu artigo se chamava Do ridículo sem senso, agora, chegamos ao Ridículo sem Senso ao Cubo.

E não ficam vermelhos de vergonha?