Publicações Recentes

Dilma: Nova fase do Pronatec oferecerá 12 milhões de vagas

18 de junho de 2014 / Unipress /

Dilma: Nova fase do Pronatec oferecerá 12 milhões de vagas

Por Andrea Jubé e Bruno Peres | Valor

BRASÍLIA – A presidente Dilma Rousseff lançou nesta quarta-feira, em solenidade no Palácio do Planalto, o Pronatec 2.0 – a segunda etapa do programa de formação técnica e profissional do governo federal, que é uma das vitrines de sua campanha à reeleição.
Roberto Stuckert Filho / Palácio do Planalto

Dilma anunciou que a segunda etapa do Pronatec oferecerá 12 milhões de vagas a partir de 2015, distribuídas entre 220 cursos técnicos e 646 cursos de qualificação profissional.

“Falamos em 12 milhões de vagas com a certeza de que esse número é viável, porque demonstramos ao longo desse período que construímos nossa curva de aprendizado, hoje sabemos como se faz e podemos melhorar muito o Pronatec”, afirmou a presidente.

Segundo Dilma, o Brasil “nunca tinha feito um programa de ensino técnico e profissional dessa enver gadura”.

A meta para concluir a primeira fase do programa, até o fim deste ano, é atingir 8 milhões de matrículas. Atualmente, há 7,4 milhões de alunos matriculados em cursos do Pronatec em mais de 4 mil municípios brasileiros.

“O importante é que estamos afirmando a educação técnica, crucial para o Brasil ganhar produtividade e entrar na economia do conhecimento”, disse a presidente.

Dilma foi aplaudida ao lembrar a “importância estratégica” dos professores na construção do programa. Ela ressaltou que não se constrói o programa sem o apoio dos professores e dos familiares. Destacou que é preciso, ainda, a parceria com os governos estaduais.

A presidente ressaltou três características do Pronatec que o viabilizam: a gratuidade dos cursos, a qualidade da formação e a diversidade da oferta, porque são mais de 200 cursos técnicos e mais de 600 profissionalizantes em todo o país.

Dilma lembrou que sem a gratuidade, não seria possível atingir milhões de brasileiros. Para isso, o governo investiu, neste ano, R$ 14 bilhões no programa. Os cursos são ofertados pelas escolas do Sistema S (Senai, Senat, Sesi, Senac), ligado à Confederação Nacional da Indústria (CNI), e pelos institutos técnicos federais e em parceria com as escolas técnicas estaduais.

A presidente afirmou que o programa garante a “perenidade do processo de redução da pobreza e de desconcentração da renda que tivemos nos últimos 11 anos”.

Fonte: http://www.valor.com.br/politica/3588184/dilma-nova-fase-do-pronatec-oferecera-12-milhoes-de-vagas