Publicações Recentes

O dia em que quis ajudar José Genoíno

12 de novembro de 2013 / Unipress /

Tenho curso superior e mestrado. Prestei e passei em um concurso público. Aguardei a nomeação e assumi meu cargo quando fui devidamente convocado pelo Governo do Estado.

Em casa, num domingo à noite, decido reunir pessoas que compartilhem de algum modo de perspectivas políticas e humanas próximas às minhas, e as convido, por meio de recursos bastante simples hoje completamente disponíveis, para unirmo-nos em apoio a uma pessoa que consideramos valorosas e que, ao nosso ver, está sofrendo uma condenação inapropriada do STF, que é José Genoino.

Dois veículos de mídia eletrônica, o G1 e o Olhar Jurídico, de modo profundamente deturpado, associam minha iniciativa ao fato de ser servidor público, como se antes de ser servidor público eu não fosse um cidadão no pleno exercício de meus direitos, inclusive da liberdade de expressão, de pensamento e de organização, podendo integrar, qualquer organização da sociedade civil ou agremiação partidária, se assim achar pertinente.

Qual é a vinculação entre a minha iniciativa de criar uma página pedindo doações solidárias para José Genoino e o fato de ser servidor público? Onde está o problema?

Esta associação inapropriada, sem qualquer nexo causal entre uma coisa e outra, gerou reações agressivas de comentaristas que leram as matérias contra minha pessoa, sem que sequer tenham ideia de quem eu sou.

Além disso, no Olhar Jurídico, publicado em Cuiabá, ressalta-se a SEPLAN, secretaria de minha lotação funcional, como se houvesse correlação entre meu gesto e a direção técnica ou política da Secretaria.

Minha atitude não nasceu no meu horário de trabalho, realizou-se no final de semana e em nada implica qualquer comportamento indigno de um servidor público, muito pelo contrário.

Textos que promovem associações inexistentes parecem pretender inculcar categorias e conceitos cuja sustentação teórica é pequena.

Não compõe o bom jornalismo, por não se aterem aos fatos nem promoverem uma saudável reflexão.

Lamentável.

http://g1.globo.com/politica/mensalao/noticia/2013/11/servidor-cria-site-para-captar-dinheiro-e-ajudar-genoino-pagar-multa.html

http://www.olhardireto.com.br/juridico/noticias/exibir.asp?noticia=Servidor_da_Seplan_cria_site_para_ajudar_mensaleiro_a_pagar_multa&id=14442